Dez pequenas casas em estilo minimalista

Request free quote

Invalid number. Please check the country code, prefix and phone number
By clicking 'Send' I confirm I have read the Privacy Policy & agree that my foregoing information will be processed to answer my request.
Note: You can revoke your consent by emailing privacy@homify.com with effect for the future.

Dez pequenas casas em estilo minimalista

Sílvia Cardoso—homify Sílvia Cardoso—homify
Minimalist house by IOX Architekten GmbH Minimalist
Loading admin actions …

Na construção de uma casa, uma das coisas mais importantes é o gosto pessoal de quem a constrói. Todavia, as condições da área onde pensamos construir também desempenham um importante papel. Como nas áreas muito urbanizadas o espaço é reduzido, pareceu-nos oportuno criar este livro de ideias com dez projectos que mostram a mestria de trabalhos desenvolvidos em terrenos que não se destacam pelo seu tamanho. 

Prepare-se para ser surpreendido por projectos que, embora pareçam pequenos quando comparados a imóveis de grandes dimensões, são um bom exemplo em termos de aproveitamento de espaço. 

Vamos começar?

1. Com grandes janelas

Quando se tem exteriores como o desta casa projectada pela Artspazios, o melhor a fazer é construir de forma a afectá-los o mínimo possível pois que é um luxo sair para o jardim ou para o terraço e desfrutar de um panorama tão agradável.

Se, juntamente com isto, a construção for de encontro a uma linguagem simples—mas não simplista -, não restam dúvidas de que se consegue um projecto digno de ser utilizado e, obviamente, admirado.

2. Ceder espaço ao exterior

Outra razão pela qual o projecto de uma casa pode ser de dimensão reduzida—mesmo que exista muito espaço na área de construção—é a vontade de dar importância e protagonismo à natureza e ao ar livre. Isso acontece especialmente quando se tem jardins exuberantes como o da imagem, proposta do gabinete C95 Architekten.

Uma forma eficaz de obter espaços funcionais é optar por secções modulares visto que estas representam, de certa forma, a disposição mais optimizada de cada espaço da casa.

3. Um cubo que inclui tudo

Quando se tratam de casas que se localizam em áreas muito urbanizadas, os edifícios vizinhos influenciam o estilo de design que define o projecto. 

Neste caso, a empresa Arqing criou um projecto que não sendo muito apelativo em termos visuais, cumpre perfeitamente a sua função que passa por fazer com que cada um dos espaços seja eficaz. A estrutura em forma de cubo encontra-se numa pequena zona verde onde ainda existe uma área para o estacionamento de automóveis.

4. Fabulosas linhas

Pelas mãos da Alonso Arquitectos, temos a sugestão desta casa que corresponde a todas as necessidades da família que nela habita, mas que também se adequa perfeitamente ao espaço disponível, destacando-se pelo estilo minimalista em que a simplicidade é apanágio. 

Aqui, as necessidades são satisfeitas através de uma construção de dois andares e de um design com linhas horizontais cujo principal propósito é o de aproveitar os espaços da melhor forma possível. A fachada combina texturas e materiais tais como a madeira e o cimento.

5. De ângulos diferentes

A Rtstudio apela, neste projecto, a uma casa que inclui, na sua estrutura, um espaço especial para guardar o automóvel sem que este esteja visível numa zona pública. Assim, o exterior e o interior juntam-se na mesma área que só é diferenciada pelos pisos designados para cada uma delas. O piso inferior é destinado ao carro e ao pequeno jardim e o primeiro piso aloja várias divisões.

6. Com telhado de duas águas

Sob o lema de que menos é mais, a empresa Mullers Buro construiu esta casa original que integra todas as divisões necessárias para que quem lá viva aproveite ao máximo o espaço, tanto pela maneira eficaz como está construída, como pelo seu estilo minimalista que destaca cada um dos elementos construtivos.

7. Perfeita para uma família moderna

A empresa Milla Architects projectou esta casa que combina o branco com pormenores de pedra e madeira, resultando num estilo elegante e vanguardista.

O projecto deste edifício foi concebido para satisfazer as necessidades de uma família de quatro pessoas. Essas necessidades passam pela privacidade para cada um dos habitantes e pela obrigatoriedade de espaços para desfrutar em família. Essas áreas não têm, necessariamente, que ser muito amplas.

8. Economizar e inovar espaços

Quando a prioridade é economizar, devemos pensar, antes de mais, que a estrutura da casa importa para sustentar todos os elementos que visam a criação de uma eficiência excepcional. 

A ideia e a projecção é da empresa Ferraro Habitat e partiu da premissa de que a casa é um contentor onde cabem todas as coisas necessárias para tornar a estadia agradável, sem que se desperdicem qualquer tipo de recursos.

9. Viver num edifício suspenso

Neste projecto, Maxim Lyubetski brinda-nos com mais uma maneira sublime de respeitar um cenário natural de cortar a respiração. Criou-se, então, um projecto de linhas minimalistas que responde à necessidade de não desperdiçar espaço. Repare na base em forma de V que sustenta todo o edifício. É uma solução engenhosa e estratégica visto que, por não assentar no solo, preserva-se a natureza.

10. Formas surpreendentes

Assim como a extensão do terreno influencia as características que uma casa pode ter, também a escolha de tamanho resulta de uma decisão que depende, em grande medida, do número de pessoas que vão habitar a casa e da composição que lhe queremos dar. Um claro exemplo disso é este projecto de Taller Adc.  

Modern home by Casas inHAUS Modern

Need help with your home project?
Get in touch!

Discover home inspiration!